web analytics
25 Ago

Stress Pós Traumático, Perturbação de

Stress Pós Traumático, Perturbação de – Patologia que, como o próprio nome indica, ocorre depois de uma pessoa ter sido exposta a um acontecimento que constituiu um trauma psicológico.

Habitualmente, trata-se de um acontecimento que foi uma ameaça à sua segurança ou à sua vida, em que terá sentido medo, desespero, falta de ajuda ou horror intenso. Podem estes ser de vários tipos: 1) Provocados por seres humanos- assalto, violação, abuso, tortura, guerra; 2) Provocados por acidentes: automóveis e transportes em geral, trabalho; 3) Provocados por fenómenos da natureza: incêndios, inundações, tempestades, terramotos.

A situação traumática volta a ser experimentada em repetidas ocasiões, geralmente como pesadelos ou imagens que vêm à memória , parecendo que a pessoa volta a reviver o sucedido (Flashbacks). A pessoa evita persistentemente coisas que lhe recordem o trauma. A pessoa experimenta sintomas de hiperatividade  que podem ir desde sintomas de ansiedade físicos e psicológicos, insónia, até reacções muito exageradas aos estímulos que podem incluir agressividade contra o próprio ou contra terceiros).

Às vezes os sintomas só começam muitos meses e inclusive anos depois do acontecimento traumático.

O tratamento faz-se com farmacoterapia e psicoterapia. A farmacoterapia pode incluir vários tipos de medicamentos, nomeadamente tranquilizantes, antidepressivos e por vezes antipsicóticos e estabilizadores de humor. O tipo de medicamentos escolhidos depende muito do tipo e gravidade do caso.

Na psicoterapia é importante que se crie um espaço para o paciente explorar as situações traumáticas. No entanto os estudos mais recentes sublinham que o falar sobre as situações traumáticas nunca deve ser forçado, mas apenas deve ser feito quando e se o paciente se sentir capaz de o fazer. A aceitação e o «aprender a viver» com o que se passou é o objectivo final.

error: Content is protected !!